Irlandesa Kerry compra fábrica goiana de produtos lácteos

A companhia adquiriu a unidade da BEN Alimentos, antiga fábrica da Nestlé, em Rialma, para expandir em 40% sua capacidade de produção.

A Kerry, empresa irlandesa de soluções “Sabor e Nutrição”, concluiu o processo de aquisição da BEN Alimentos, antiga fábrica da Nestlé, situada em Rialma, no Centro Norte do Estado. Com a aquisição, a intenção da Kerry é expandir em 40% sua capacidade de produção de compostos lácteos. Atualmente, a fábrica de Rialma produz compostos lácteos e leite em pó para uso em indústrias, leite e soro líquidos concentrados.

De acordo com a empresa, essa expansão de 40% na capacidade de produção é um dado apenas inicial. “As perspectivas de crescimento que temos para essa unidade são bastante agressivas”, garante Marcelo Marques, presidente da Kerry Brasil & Cone Sul. Segundo o executivo, a aquisição da BEN Alimentos e a expansão do parque industrial demonstram não só a importância do mercado brasileiro para a Kerry, como também a confiança no potencial de crescimento do País, mesmo no atual cenário econômico e político.

Tecnologia

Localizado em uma região de alta relevância agroindustrial no Vale do São Patrício, o novo polo logístico permitirá que a Kerry atenda uma região do País com alto potencial de novos negócios para a empresa. Com a tecnologia de Spray Drying (secagem do leite por aspersão), informa Marcelo Marques, a unidade de Rialma complementará a produção da unidade mineira de Três Corações, para ampliar e fortalecer a liderança da Kerry em compostos lácteos no Brasil, atendendo mais indústrias que fazem uso dessa tecnologia.

O presidente da Kerry Brasil & Cone Sul está certo de que a companhia terá resultados muitos positivos com a unidade de Rialma, mas não informou qual será o volume de produção da fábrica, considerado um dado estratégico que, por contrato, não pode ser divulgado.

Prestes a completar 20 anos no Brasil, a Kerry expande sua operação integrando a sexta unidade fabril no País, onde atua agora com 1.200 colaboradores. Só em Rialma, serão cerca de 300 empregos diretos e indiretos, sendo 74 diretamente ocupados na indústria. Mas a expectativa é que esse número cresça rapidamente. “Assim como a Unidade de Três Corações, que dobrou sua capacidade produtiva e quadro de colaboradores desde sua inauguração, estou certo de que daremos início a uma nova história de sucesso nesta nova unidade”, afirmou o presidente da Kerry no Brasil.

Volume

De origem irlandesa, a Kerry cresceu significativamente, alcançando um volume de vendas anual acima de 6 bilhões de euros em 2016. Atualmente, a gigante Kerry emprega 23 mil colaboradores em todo o mundo, sendo que na América Latina são mais de dois mil funcionários. Eles estão ocupados na produção de 11 fábricas, 3 Centros Regionais de Desenvolvimento e Aplicação e diversos escritórios comerciais.

Via O Popular 

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *